Eternamente curados

Eternamente curados

192
0
SHARE

Eternamente curados

“Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados; num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade” (1 Coríntios 15.51-53)

Quero refletir hoje sobre a fragilidade da nossa vida, do nosso corpo humano. Mesmo tendo sido criado por Deus de maneira tão singular e maravilhosa, sabemos que, por causa do primeiro ato de desobediência cometido no Jardim do Éden, nosso corpo perdeu a imortalidade e passou a ser frágil, sujeito à morte.

As doenças são uma triste realidade em nossos dias, males de todos os tipos assolam nossa sociedade, atinge crianças, jovens, adultos e ninguém está totalmente seguro ou imune a tantas enfermidades que surgem todos os dias.
No entanto, para os que estão escondidos em Cristo e Nele confiam, isso tudo não é motivo para desistir do céu. Muito pelo contrário, é motivo para nos alegrarmos, pois ainda que nosso corpo natural seja atingido pela dor física, sabemos que um dia receberemos um corpo novo, glorificado e imune a todos os tipos de males.

Essa mudança deve servir de motivação a fim de manter viva a nossa fé e esperança. Seremos transformados e nenhum mal nunca mais nos alcançará. A cura que não recebermos aqui, a teremos no Céu. Há propósito de Deus para todas as coisas e lá teremos respostas para todos os porquês que assolam nossa mente e coração.

Acredite, lá seremos eternamente curados, não apenas no nosso corpo físico, mas também nossa mente, coração, alma, emoções. Seremos plenos e desfrutaremos da vida eterna que está reservada para os filhos desde a fundação do mundo.
Que o Senhor nos ajude a manter a fé e nos sustente firmes até o Grande Dia, onde todos verão a Jesus e seremos perfeitos como Ele É!
Deus abençoe!
::Denise Tomaz de Souza

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY