Médico de abortos deixa outro paciente no hospital com complicações, sob risco...

Médico de abortos deixa outro paciente no hospital com complicações, sob risco de morte

379
SHARE

O abortista LeRoy Carhart realiza cirurgias em mulheres todos os dias

Um controverso médico especializado em abortos, na cidade de Germantown (EUA), enviou outro paciente ao hospital com sérias complicações e risco de morte, conforme relatado pelo grupo pró-vida Operação Resgate (Operation Rescue).

Aos 72 anos, o abortista LeRoy Carhart realiza cirurgias em mulheres todos os dias, sem tirar folga, conforme ele mesmo se gaba. “Acreditamos que ele está colocando as mulheres em risco, com seu comportamento irresponsável”, afirmou Troy Newman, presidente do grupo pró-vida que pede o fechamento da clínica.

Um relatório do Operação Resgate consta que ocorreram uma série de outros incidentes nos últimos dois anos, onde pacientes sob os cuidados de Carhart foram parar na emergência médica de hospitais locais.

Como providência, o grupo pró-vida entrou com uma queixa junto ao Conselho de Medicina do estado de Maryland, pedindo para suspender a licença, além de exigir uma investigação sobre os recentes casos de lesões causadas pelos abortos.

Carhart tem sido alvo de uma série de grupos pró-vida, mobilizados em acabar com a prática do aborto na região. Dentre eles, o Maryland Coalition for Life tem atraído milhares de pessoas em eventos de oração contra o abortista.

Já em maio de 2013, o grupo Live Action produziu um documentário por meio de gravação feita com uma câmera oculta conduzida até a clínica de Carhart, para demonstrar como eram feitos os abortos suspeitos.

No documentário, é possível assistir ao médico dos abortos descrevendo como a cirurgia funciona, de maneira mórbida. “É como colocar a carne em uma panela elétrica. Ela fica macia para depois empurrá-la para fora”, explica Carhart no vídeo.

Fonte: Cristian Post

Share

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY