Mídia e você, tudo a ver?

Mídia e você, tudo a ver?

311
SHARE
© Oferecimento Corbis
© Oferecimento Corbis
© Oferecimento Corbis

Existe um versículo na Bíblia que me chama muito a atenção. Ele está em Mateus 6.22 e diz: “Os olhos são a janela da alma; se os nossos olhos forem bons, todo nosso corpo será bom”. A Bíblia não está errada em dizer que, o que vemos nos influencia diretamente. Uma das coisas que mais tem influenciado as pessoas ultimamente é a TV e a Internet, por meio de suas programações, de vídeos ou séries.

Mas por que a TV e a Internet têm inspirado tanto as pessoas? A resposta a essa pergunta é bem simples, e todos nós sabemos responder. Simplesmente porque passamos muito tempo diante da telinha. Com isso, quem tem nos ensinado é a TV ou a Internet, e as informações que são recebidas acabam se tornando verdade, passando a ditar nosso comportamento. Um exemplo disso é a visão e o modo como muitos adolescentes têm visto a sexualidade.

Alguns não percebem ou não veem essa influência de forma tão clara. Gostaria, então, de ajudar a nomear algumas atitudes firmadas nessa influência, como: um grupo de amigos ou amigas contando que “ficou” com uma pessoa em um show, na escola, cinema, rua, etc., e que nunca mais nem olhou para aquela pessoa, ou o alto número de pessoas solteiras que contam, abertamente, que foram para “cama” com alguém.

Já ouvi vários casos de pessoas que se envolveram com alguém simplesmente porque estavam “a fim de curtir”, ou de extravasar. Alguns também dizem: “todo mundo faz, por que não vou fazer também?” Outros dizem que “o importante é ser feliz”, ou afirmam que precisam fazer tudo enquanto são jovens.

Essa é mentalidade de programas e séries de TV, como a novela Malhação, ou filmes como American Pie e Confissões de Adolescente. Infelizmente, existem muitas pessoas que vão na “onda” desses programas, séries e filmes. Porém, o maior problema dessa influência é que muitos têm vivido uma distorção de sua sexualidade e experimentado vivências e traumas que não seriam necessários ser vividos.

Por isso, o desafio para cada um de nós é saber filtrar o que está sendo visto (Fl 4.8). Não podemos nos deixar levar por uma mentalidade que atrai as pessoas a experimentar e viver uma sexualidade que só traz um prazer momentâneo e egoísta.

Esse tipo de seleção só pode ser feito por adolescentes que buscam viver seus valores pela Bíblia. Um grande exemplo bíblico são os jovens Daniel, Misael, Ananias e Azarias, que “resolveram firmemente não se contaminar com as finas iguarias do rei” (Dn 1.8).

Adolescentes
Bruno Bacelar

Fonte:GospelMT informações Nopapocabeça

Share

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY