“Ninguém pode ser forçado a negar sua fé”, diz canditado cristão a...

“Ninguém pode ser forçado a negar sua fé”, diz canditado cristão a militante LGBT

336
SHARE

O vídeo de uma atriz e militante LGBT confrontando o candidato cristão à presidência dos EUA Ted Cruz tem repercutido nas redes sociais e tem chamado a atenção de dezenas de milhares de internautas pela forma como o senador decidiu não tornar aquele momento um “bate-boca” e embasou sua resposta. Apesar de ter sido publicado em agosto pela CBS nos EUA, o vídeo está ganhando força no Brasil nos últimos dias.

Questionado por Ellen Page sobre a relação entre a busca dos cristãos pela liberdade religiosa e casos de “homofobia”, Cruz explicou que não se trata simplesmente de questões que envolvem preconceito contra os homossexuais, mas sim do direito que todo cidadão tem de resguardar sua fé.

Citando o caso de um casal luterano que foi processado por se recusar a receber uma cerimônia de casamento gay em sua propriedade, Ted Cruz explicou que tal condenação é injusta, porque ninguém pode ser obrigado a fazer algo que venha a ferir sua declaração de fé.

“Ninguém tem o direito de forçar alguém a abandonar sua fé ou sua consciência. Imagine hipoteticamente, que haja um florista gay e imagine que dois cristãos queiram se casar e o florista gay diga ‘eu discordo da sua fé e eu não quero fornecer as flores. Se eu discordo da sua fé, não quero participar’. Quer saber? Há várias outras pessoas das quais eu posso comprar flores”, declarou.

Cruz continuou a desenvolver seu argumento, explicando que não se trata simplesmente do casamento gay, mas sim de princípios que podem de fato ir contra a religião de cada cidadão e criticou a “intolerância esquerdista” que tenta impor uma violação da liberdade religiosa.

“Da mesma forma, eu não posso forçar um rabino judeu a conduzir um casamento cristão. Nós não temos o direito de forçar um muçulmano a conduzir um casamento judeu. Nós somos um país que respeita o pluralismo e a diversidade. Mas há esta intolerância esquerdista que diz que qualquer um que ouse seguir o ensinamento bíblico sobre o casamento, que é entre um homem e uma mulher, deve ser processado, deve ser multado e tirado do mercado”, disse.

Clique no vídeo abaixo para assistir:

Fonte:Guiame

Share

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY