Oração, o remédio para a ansiedade

Oração, o remédio para a ansiedade

301
SHARE

Anxious woman looking out of window

O dia foi cheio, os conflitos, muitos. As oportunidades para entristecer a Deus foram incontáveis. A luta foi constante, sem tréguas. O pecado sempre cercando e lançando setas. De nossa parte para cada seta, uma defesa, sempre dizendo ‘não’.

Todavia, por mais que a fé esteja latente, e a mensagem do Reino sempre vibrante no coração, o dia a dia é sufocante e vai aos poucos esfriando o nosso ânimo e otimismo, vamos aos poucos sendo influenciados pelas circunstâncias para nos esquecermos do que realmente importa.

Como já disse um dos reformadores, o pecado é como a barba… cortamos hoje e, amanhã, ela volta a aparecer. E não é somente o pecado que nos desafia diariamente, mas igualmente somos desafiados pelas circunstâncias da vida. Por mais que tentemos agradar a todos e fazer com que todos ao nosso redor estejam felizes, inimigos estarão sempre presentes; adversários e resistência sempre estarão a poucos metros de nós. Decisões precisam ser tomadas, novos rumos precisam ser discernidos, e quem tem a melhor resposta? Somos consumidos de ansiedade. Então, neste turbilhão de ansiedades, encontramos a oração.

É final de dia, a noite já chegou faz tempo…. 23h, quase meia-noite, apagamos todas as luzes e, se há lua cheia, somente sua claridade passa pela janela. Sozinhos, todos já foram dormir. É momento de aplicar o remédio para a ansiedade. Almofadas para os joelhos… em voz audível, mas quase imperceptível, pois ninguém deve ser acordado, nos entregamos ao Criador, e diante dEle colocamos todos os nossos problemas, desafios, adversidades, tristezas, sonhos, impaciências. Diante dEle fazemos o desabafo do dia, nos esvaziamos… a Ele contamos todos os nossos segredos e confessamos todos os nossos pecados.

Depois vamos dormir. O sono vem logo. Aos poucos a consciência vai se apagando e o último suspiro consciente é o de saber que, enquanto dormimos, o nosso Senhor trabalha por nós. Amanhã é um novo dia, para vencer novas tentações, reiniciar a batalha espiritual de dizer sempre ‘não’ ao pecado; dia de enfrentar coisas boas e coisas ruins; dia para enfrentar o mal, e ser vencedor. Um dia depois do outro, acumulando ansiedades durante o dia, esvaziando-se delas à noite. Pacientemente esperando sempre o melhor do Senhor.

Você que me lê, já experimentou usar o remédio para a ansiedade? É um doce bálsamo. Recomendo que uses, em doses pequenas e constantes. Diariamente. De preferência quando estiveres totalmente sozinho. Eu pessoalmente gosto dos momentos em que estou sozinho de noite depois que todos já dormiram.

“Eu [o Senhor] amo os que me amam, e os que de madrugada me buscam me acharão”. (Provérbios 8.17)
:: Natan de Oliveira

Share

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY