Quer menos stress? Veja menos o e-mail

Quer menos stress? Veja menos o e-mail

303
SHARE

Quer menos stress? Veja menos o e-mail

Toneladas de e-mails por ler e por responder? Fica stressado cada vez que consulta o o seu correio eletrónico? A solução é simples: consulte-o menos vezes.

O estudo da University of British Columbia, no Canadá, publicado no jornal Computers in Human Behavior, envolveu 124 voluntários adultos, entre estudantes, analistas financeiros e médicos, e concluiu que limitar as consultas ao correio eletrónico pode ajudar a aliviar o stress psicológico de estudantes e trabalhadores.

Os voluntários foram divididos em dois grupos, um deles instruído a limitar as idas à caixa de e-mail durante uma semana – lendo e respondendo às mensagens apenas três vezes por dia – e continuando os outros a consultar o e-mail como habitualmente, sem operar mudanças nos seus hábitos. As instruções foram depois invertidas entre grupos por mais uma semana, e, ao longo do estudo, os voluntários foram respondendo a questionários diários que avaliaram os seus níveis de stress.

Os resultados mostram que as pessoas se sentem menos stressadas quando veem o e-mail com menor frequência, explica em comunicado um dos autores da investigação, Kostadin Kushlev. O investigador reconheceu, no entanto, que esta verificação quase compulsiva do correio eletrónico é difícil de controlar. “A maioria dos participantes achou bastante difícil ver o e-mail poucas vezes por dia”, revela. Mas é aqui que o estudo se torna interessante, porque isto só comprova quanta ansiedade provoca a consulta frenética do mail: “Mesmo achando difícil resistir à tentação de ir ao e-mail, resistir-lhe contribui para reduzir o stress”, conclui o investigador.

Assim, se quer reduzir os seus níveis de stress já sabe o que tem a fazer: em vez de estar constantemente a fazer refresh à caixa de correio e a ler e responder aos e-mails à medida que eles chegam, opte por escolher dois ou três momentos por dia para o fazer e, à hora definida, faça a consulta e dê as respostas. Esta é, de resto, de acordo com outras investigações, também uma forma de ser mais produtivo, evitando a interrupção constante de outras tarefas.

Fonte: WEBMD

Share

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY