Schumacher já não interessa mais

Schumacher já não interessa mais

298
SHARE

Schumacher já não interessa mais

O sábio vê na crise um momento de oportunidade para aprender com os problemas e dar a volta por cima. No entanto, a história de Michael Schumacher, em coma desde dezembro de 2013, quando sofreu um acidente enquanto esquiava nos Alpes Franceses, ensina um pouco mais. Internado em estado grave, os médicos que cuidam dele já deram entrevistas em que tiram a esperança dos fãs de que ele se recupere.

Sem aparecer, a imagem do piloto que sempre subia aos pódios vai ficando esquecida e, aos poucos, seus patrocinadores já começaram a anunciar que não o querem mais como garoto-propaganda, como as empresas de moda Navyboot e Jet Set, que cortaram relações comerciais com Schumacher recentemente.

Schumacher é considerado por muitos o maior piloto automobilístico de todos os tempos. Pelo menos, é o que o número de vitórias indica: ele é o piloto mais premiado da história da Fórmula 1. Antes de sofrer o acidente que o tirou das pistas de corrida e também dos holofotes, ele estava no auge, morava em uma bela mansão na Suíça e tinha uma fortuna de quase US$ 2 bilhões.

Muitos fariam de tudo para ter a fama de Schumacher, mas será que ela é garantia de felicidade? Pelo que ele declarou em entrevista, parece que não. “Gostaria de ser piloto de Fórmula 1 do nível em que estou hoje, mas sem ser reconhecido em público. Ser anônimo seria um sonho para mim”, expôs. Infelizmente, o desejo de Schumacher se realizou e sua imagem em uma cama de hospital não vale nada.

O piloto não estava errado em buscar ser o melhor. No entanto, fama, sucesso e dinheiro são passageiros, o que realmente importa é o eterno, é a alma. Será que você, leitor, tem dado mais atenção aos seus objetivos pessoais e ao que é temporário ou ao que é eterno? Você tem se preocupado com a sua alma?

Fonte:Universal

Share

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY