Segundo estudo, pessoas com insônia são mais sensíveis à dor

Segundo estudo, pessoas com insônia são mais sensíveis à dor

400
SHARE

Segundo estudo, pessoas com insônia são mais sensíveis à dor

A falta de sono pode ser decorrente de várias situações como ansiedade e preocupação. A insônia atinge boa parte da população e com isso se torna mais sensível à dores. É o que diz um estudo Instituto Norueguês de Saúde Pública, publicada pela Associação Internacional para o Estudo da Dor.

Cerca de mais de 10 mil adultos foram submetidos a um teste padrão de sensibilidade à dor, mantendo as suas mãos submersas em água fria durante o maior tempo possível. Desses, apenas 32% foram capazes de aguentar os 106 segundos propostos.

Foi constatado que, em comparação com as pessoas que não têm problema para cair no sono, as taxas de baixa tolerância à dor eram 52% mais elevadas nas que sofrem de insônia mais de uma vez por semana e 24% quando se tem o problema uma vez por mês, levando-as a tirar as mãos da água antes.

A sensibilidade estava ligada a quanto tempo se leva para adormecer, não à duração do sono. Ainda não se sabe a explicação para o fato. Os resultados também sugerem que fatores psicológicos podem contribuir para a relação entre problemas do sono e dor, embora mais pesquisas são necessárias para explorar o papel de neurotransmissores, substâncias químicas cerebrais que comunicam informações em todo o cérebro e corpo.

A recomendação para essas pessoas que tem insônia, é ficar longe de cafeína e refeições pesadas no fim do dia e à noite. Tomar um banho quente e ouvir música relaxante são atitudes que podem facilitar o adormecer

Fonte:Guiame

Share

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY