A vida na pista de alta velocidade

A vida na pista de alta velocidade

264
0
SHARE

Décio passou oito anos na prisão por homicídio. Era um traficante de drogas. Na prisão, Décio encontrou uma segunda oportunidade em Cristo. Agora pastor, Décio sempre fala a estudantes acerca da decisão de usar drogas.

“Não deixem que ninguém os engane”, diz-lhes ele. “As drogas são um prazer, as drogas os fazem sentir-se bem, e ficar alto é um prazer. Vocês conhecem o começo das drogas, e é um prazer. Mas eu conheço o fim das drogas…”. E então Décio lhes conta a respeito das decisões que quase arruinaram sua vida para sempre.

Embora a maioria de nós não se autodestrua da maneira como Décio fez, todos enfrentamos a escolha de fazer coisas que parecem dar prazer, mas que resultarão em vida de dor – divórcio, desastre financeiro, enfermidade, problemas de relacionamento. Por que somos tolos a ponto de pensar que escaparemos às consequências ou de alguma forma estaremos singularmente equipados para enfrentar o que vier? Adúlteros se divorciam, quem usa drogas fica viciado, homens desonestos perdem os empregos, fumantes contraem câncer – há exceções, mas esta é a regra –, é causa e efeito.

A grande questão para a maioria de nós é: “A vida na pista de alta velocidade é onde Deus quer que eu esteja?”. Começamos reconhecendo que a corrida desordenada da vida é uma que ninguém pode ganhar. Os homens de hoje estão desgastados, fatigados e excessivamente comprometidos. Você tem dificuldade em dar conta de todas as suas responsabilidades? O homem com um currículo extenso pagou um preço para adquiri-lo. Todos têm as mesmas 168 horas por mês nas quais trabalhar, por isso alguma coisa tem de sofrer quando somos um presbítero, um empresário, um líder cívico e um esportista. A família geralmente paga o preço. Cada homem tem alguma prioridade que compete com a escolha de colocar Deus em primeiro lugar na vida. Qual é a sua? Quando corremos na pista de alta velocidade, pouco tempo sobra para Deus e para a família. Você não gostaria de sair da pista de alta velocidade? Peça a Deus em oração que o ajude a fazer as escolhas certas, a melhorar o seu desempenho na tomada de decisões. Decida cair fora da pista de alta velocidade.

Se você estivesse dirigindo pela pista interna de movimentada rodovia interestadual a quase cento e trinta quilômetros por hora e resolvesse sair da estrada, não iria dar uma guinada brusca sem sinalizar. Primeiro, observaria que a estrada estava cheia, tinha bastante companhia na pista de alta velocidade.

Você ligaria o seu pisca-pisca e começaria a mudar aos poucos de pista. Mesmo assim, teria de esperar por uma rampa de saída. Se decidir sair da pista de alta velocidade, Deus o ajudará da mesma forma que Ele ajudou Jesus a fazer as escolhas certas. Ele não está tão interessado na sua posição quanto na sua atitude, em onde você está quanto em aonde está indo. Quando tomarmos a decisão de cair fora da pista de alta velocidade, Ele abençoará a direção na qual estamos indo. Ele nos capacitará a nos ajustar e encontrar a saída. É, na realidade, a decisão de ser um cristão bíblico em vez de um cristão cultural.

Todos nós fazemos exatamente aquilo que decidimos em nossas mentes. Podemos decidir com ou sem a ajuda de Deus, mas Ele promete sempre nos ajudar se confiarmos nele. “Porque Deus é quem efetua em vós tanto o querer como o realizar, segundo a Sua boa vontade” (Filipenses 2: 13). Jesus pagou o preço final suportando os nossos pecados em Sua morte – a fim de que o poder de Deus estivesse disponível para nos ajudar a tomar as decisões certas.

Coloque os princípios abaixo em prática e tome decisões certas:

Tome as decisões de acordo com a Palavra de Deus. Se a sua decisão for contrária à Escritura, é uma decisão má;
Evite decisões tolas, que tentam a Deus. Não se coloque numa posição que requeira um milagre para livrá-lo;
Evite decisões que reduzam seu culto e serviço a Deus. Não se deixe apanhar na corrida desordenada nem vá atrás de deuses falsos.

:: Homens da Promessa

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY