Você se preocupa com as dívidas a pagar?

Você se preocupa com as dívidas a pagar?

347
SHARE

Você se preocupa com as dívidas a pagar?

Os empresários têm muitas preocupações, que envolvem clientes e funcionários. Mas, certamente, as contas a pagar incomodam a cabeça de todos eles. Se não forem bem administradas, podem se tornar dívidas impagáveis e, muito mais do que atormentar a cabeça do empreendedor, podem decretar o fim do negócio.

Se você não quer chegar a esse ponto, fique atento.

Em primeiro lugar, não se desespere, pois os especialistas recomendam que a renegociação pode ser uma saída para o problema. Caso tenha feito um empréstimo, substituí-lo por outro com melhores condições de pagamento é uma alternativa.

Antes de mais nada, não esqueça que não há financiamento específico para pagar dívidas. O que existe é a possibilidade de renegociá-la em caso de dificuldades de pagamento das parcelas.

Medidas preventivas

Mas, antes de renegociar o que é devido, a empresa precisa descobrir a origem dos problemas financeiros. Se o caso for de prejuízo operacional, é preciso identificar se ele tem relação direta com custos elevados, aumento de despesas, queda no volume das vendas, entre outros fatores.

E a única forma de quitar as dívidas é com a geração de lucro líquido nas atividades operacionais da empresa. Portanto, obedeça alguns princípios:

– A renegociação inicia pelos credores e fornecedores com o maior volume de dívidas e cujos negócios sejam importantes no desenvolvimento dos negócios da empresa.

– Informe os credores e fornecedores a respeito da situação da empresa e do interesse em buscar uma solução.

– Trate os credores e fornecedores como parceiros na solução de problemas de interesse comum.

– Lembre-se que ao cumprir os compromissos assumidos no processo de renegociação, é possível criar junto aos credores e fornecedores um conceito de credibilidade.

Direção certa

Porém, ele alerta que quando a fé é consciente, é possível enfrentar qualquer obstáculo: “Se a pessoa tem uma fé inteligente, pode enfrentar o que for que a ponte não quebra. Ela vai em frente. Ela chega. É ousada, é teimosa, pois a fé que ela possui não é do coração, é da cabeça. E isso é o que faz toda a diferença.

Share

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY